O Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), o Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná) e o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), empresas instaladas no Parque Tecnológico da Saúde do Tecpar, realizam, pelas próximas duas semanas, a testagem de todos os colaboradores que estão trabalhando presencialmente nas instituições, instaladas no campus CIC. Inicialmente, em torno de 500 testes rápidos estão sendo aplicados.

Nesta semana o Instituto de Biologia Molecular do Paraná completa a entrega ao Ministério da Saúde (MS) por meio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de 2,2 milhões de testes moleculares (RT-PCR) para o diagnóstico da Covid-19 produzidos em sua planta de produção em Curitiba (PR). A distribuição aos laboratórios centrais de referência encontra-se a cargo do MS, através da Fiocruz.

A Fiocruz em parceria com o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) e Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), em caráter emergencial, implantou a Unidade de Apoio para o Diagnóstico da Covid-19 para atender ao aumento da demanda pelos testes moleculares de acordo com o protocolo de RT-PCR, padrão ouro estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para diagnóstico do vírus Sars-CoV-2.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) irá produzir 11 milhões de testes moleculares para o Ministério da Saúde (MS) até o mês de setembro. O fornecimento de testes foi iniciado pela Fundação em 4 de março. O primeiro acordo teve como objetivo produzir 25 mil testes para Sars-CoV-2, com a finalidade de serem utilizados nos Centros Nacionais de Influenza (Instituto Oswaldo Cruz – IOC/Fiocruz, Instituto Adolfo Lutz e Instituto Evandro Chagas).

A Fundação Oswaldo Cruz já distribuiu, até 20 de março, 30 mil testes diagnósticos para o novo coronavírus. Diante da disseminação da doença em território nacional, o Ministério da Saúde (MS) encomendou à Fiocruz o desenvolvimento e a produção dos kits para diagnóstico laboratorial destinados a atender a rede de laboratórios públicos de todo o

Os colaboradores do IBMP que estão trabalhando na produção do Kit de diagnóstico para Covid-19 participaram de uma ação voluntária de comunicação nas redes sociais (Facebook e Instagram) para sensibilizar e incentivar a população a ficar em casa, respeitando o período de isolamento social. A campanha mobilizou quatro equipes da Produção, Garantia da Qualidade, Controle

A  Fundação Oswaldo Cruz, por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos e do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP),  desenvolveu em tempo recorde kits para diagnóstico molecular do novo coronavírus (Covid-19). Nesta semana,  a Fiocruz inicia a produção de kits com insumos para a realização de 30 mil testes diagnósticos destinados a

The Paraná Institute of Molecular Biology (IBMP) has partnered with LGC, Biosearch Technologies to develop a new molecular test for ZDC (zika, dengue and chikungunya). The innovative kit, which has recently been registered with the National Health Surveillance Agency (Anvisa), can screen for differentiation in the same reaction on the type of dengue (1, 2, 3 or

O Instituto Leônidas & Maria Deane  (ILMD/Fiocruz Amazônia) recebeu na quinta-feira, 19/12,  do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) kits febre amarela, que são  testes moleculares para diagnóstico da doença, a serem utilizados em animais silvestres. Segundo o diretor do ILMD/Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, os kits recebidos vão contribuir para o serviço de vigilância

Brasileiros criam exame inovador para a dengue

Quarta-feira, 20, Novembro , 2019 por

O teste é capaz de detectar os quatro tipos de vírus responsáveis pela doença. E ainda diagnostica zika e chikungunya Por Fábio de Oliveira, da Agência Einstein Um novo exame desenvolvido no Brasil torna o diagnóstico de dengue, zika e chikungunya mais preciso. (Ilustração: Cassio Bittencourt/SAÚDE é Vital) “É o único que faz isso no Brasil”, diz

Página 1 de 4
TOP