No início de 2021 a Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 implantada pelo Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), em parceria com a Fiocruz e o Tecpar, atingiu a marca de 1 milhão de testes RT-PCR realizados. O teste RT-PCR é padrão ouro estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para diagnóstico do vírus Sars-CoV-2.
Atualmente, seis em cada dez testes RT-PCR realizados no Paraná são processados na Unidade que está instalada desde abril de 2020 no Parque Tecnológico da Saúde do Tecpar, em Curitiba, por meio de uma parceria entre as três instituições – IBMP, Fiocruz e Tecpar.

Pedro Ribeiro Barbosa

Diretor Presidente do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP)

O Secretário estadual da Saúde, Beto Preto, disse há poucos dias que “a vacina que temos hoje é a testagem RT-PCR”.  Importante e acertada afirmação, ainda que estejamos todos esperançosos e com razão, pela efetiva chegada das vacinas. 

O diretor presidente do IBMP, Pedro Ribeiro Barbosa, recebeu o coordenador da Frente Parlamentar do Coronavírus, deputado estadual Michele Caputo na última sexta-feira (20).  

“Nesta visita, constatamos aquilo que todos já estamos sabendo que é o recrudescimento da covid-19 no Paraná. O IBMP teve que fazer aquisição de mais máquinas, contratar mais pessoal, estão trabalhando 24 horas por dia, de domingo a domingo, em três turnos de trabalho, para conseguir atender a demanda crescente por exames nos últimos dias”, relatou o deputado.

O Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) é um dos participantes da “Missão Internacional Paraná-Québec Healthtech Webinar”, realizada pela Fundação Araucária e a organização canadense QuebecInnove, que acontece de 16 a 18 de novembro.

O Instituto de Biologia Molecular do Paraná recebeu nesta quarta-feira (2/9) a visita de representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). A visita técnica foi realizada com o intuito de conhecer a Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19, implantada em maio deste ano como resposta ao enfrentamento da pandemia de coronavírus.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no Diário Oficial da União do dia 24/08 o registro do Kit Febre Amarela Geral, produzido pelo Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP).

Pesquisadores do Instituto de Biologia Molecular do Paraná participaram de conferências, painéis, mesas-redondas e palestras do 5º Congresso Paranaense de Saúde Pública Coletiva. O evento promovido pelo Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (Inesco) foi realizado nos dias 15 e 16 de julho, totalmente em plataforma virtual devido à pandemia de Covid-19.

O Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), o Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná) e o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), empresas instaladas no Parque Tecnológico da Saúde do Tecpar, realizam, pelas próximas duas semanas, a testagem de todos os colaboradores que estão trabalhando presencialmente nas instituições, instaladas no campus CIC. Inicialmente, em torno de 500 testes rápidos estão sendo aplicados.

A Fiocruz em parceria com o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) e Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), em caráter emergencial, implantou a Unidade de Apoio para o Diagnóstico da Covid-19 para atender ao aumento da demanda pelos testes moleculares de acordo com o protocolo de RT-PCR, padrão ouro estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para diagnóstico do vírus Sars-CoV-2.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) irá produzir 11 milhões de testes moleculares para o Ministério da Saúde (MS) até o mês de setembro. O fornecimento de testes foi iniciado pela Fundação em 4 de março. O primeiro acordo teve como objetivo produzir 25 mil testes para Sars-CoV-2, com a finalidade de serem utilizados nos Centros Nacionais de Influenza (Instituto Oswaldo Cruz – IOC/Fiocruz, Instituto Adolfo Lutz e Instituto Evandro Chagas).

Página 1 de 4
TOP