Instituto de Biologia Molecular marca presença no BIO International Convention 2019

por / Quinta-feira, 27 Junho 2019 / Categoria Acontece, Notícias

Evento reuniu aproximadamente 1.700 participantes de 77 países nos Estados Unidos

 

O Instituto de Biologia Molecular participou da Bio International Convention 2019, realizado de 03 a 06 de junho, na cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos. O evento é considerado uma das maiores convenções de negócios em biotecnologia do mundo e reuniu cerca de 1.700 participantes, entre líderes globais, farmacêuticos e líderes da indústria, além de representantes de universidades, instituições de pesquisa e ecossistemas de inovação. Realizado pela Organização de Inovação em Biotecnologia (BIO), a iniciativa tem o objetivo de contribuir para o crescimento da indústria global de biotecnologia. São mais de 1,1 mil empresas envolvidas em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores de biotecnologia de saúde agricultura, indústria e meio ambiente.

No pré-evento Brazilian Summit – que contou com a palestra do vice-presidente de Inovação e Saúde da Fiocruz, Marco Krieger – foram apresentadas as potencialidades da Biotecnologia no Brasil. “O Brazilian Summit é um termômetro da área e fomenta a biotecnologia no Brasil. Além de apresentar o cenário, atrai potenciais investidores e indústrias internacionais que desejam investir em biotecnologia no país”, reforça o Gerente de Desenvolvimento de Negócios do Instituto, Lucas Rossetti Nascimento, representante da instituição no evento. “Já é o terceiro evento que o Instituto participa e, na minha avaliação, foi o mais o movimentado. Durante o evento, foi possível avaliar que os bioterapêuticos serão pauta constante, com mercado definido e atingindo, de certa forma, um platô num futuro próximo. Nesse contexto, o diagnóstico in-vitro poderá ser uma nova pauta a ser fomentada, visto que possui um amplo mercado a se consolidar no Brasil. Diante dessa impressão, foi sugerido um maior espaço para apresentar o cenário de diagnóstico durante o Brazilian Summit”, completa o gerente do Instituto.

Segundo Lucas, a participação no evento poderá render bons frutos. “Começamos a desenhar uma parceria importante para um o desenvolvimento de um produto inovador. A proposta foi analisada junto ao vice-presidente de Inovação e Saúde da Fiocruz, Marco Krieger, e a primeira impressão é bastante promissora. Agora, vamos avançar no detalhamento e avaliação dessa tecnologia e no fortalecimento dessa parceria”, finaliza.

TOP