Fiocruz, Tecpar e IBMP se unem para oferecer novas soluções ao Sistema Único de Saúde

por / Quinta-feira, 05 Agosto 2021 / Categoria Acontece, Notícias

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) assinaram hoje (05/08) a formalização de duas iniciativas voltadas ao fornecimento de novas soluções ao Sistema Único de Saúde (SUS). Uma das iniciativas é o acordo para viabilizar a instalação de uma infraestrutura para a produção das proteínas chamadas de carreadoras usadas em diversas vacinas. E a outra iniciativa é assinatura de um termo que possibilita a implantação de um Centro de Saúde Pública de Precisão.

A parceria atende a um interesse das instituições em implementar o processo de produção de proteínas carreadoras, com a finalidade de alcançar autossuficiência nacional na fabricação de vacinas, tendo em vista que estas proteínas são insumos importantes para a produção de imunizantes.

Quanto ao Centro de Saúde Pública de Precisão, a ideia é avançar nos estudos genéticos, que podem trazer respostas mais precisas no diagnóstico e tratamento de doenças, focando na necessidade de cada indivíduo. Nesta etapa, especialistas das três instituições vão planejar a elaboração de estudos da população com doenças raras e diversos tipos de câncer, por meio de sequenciamento genético de nova geração e pesquisa genômica.

“Esse acordo entre as instituições fortalece o Paraná entre os principais estados do Brasil na área de biotecnologia e saúde humana. Com a cooperação, os laboratórios públicos cumprem seu papel em favor do SUS”, afirma o diretor-presidente do IBMP, Pedro Ribeiro Barbosa.

Para o vice-presidente de Gestão e Desenvolvimento Institucional da Fiocruz, Mario Moreira, os projetos interinstitucionais entre as empresas instaladas no Parque Tecnológico da Saúde são estratégicos para a saúde pública. “É uma parceria de alto nível que poderá realizar, por meio da Fiocruz, importantes investimentos federais no Paraná”, salientou.

Para Stenio Perdigão Fragoso, diretor do Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz), unidade técnico-científica regional da Fiocruz no Paraná, a população paranaense é diretamente beneficiada por essa ação conjunta. “O Paraná sai fortalecido porque essa iniciativa vai se espraiar pelo Estado. É uma tendência que toda a sociedade passe a ser beneficiada com essas ações voltadas a imunobiológicos e medicina de precisão”, explica.

O diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, observou que as três instituições, que atuam lado a lado dentro do parque tecnológico, fortalecem a parceria com foco em áreas importantes voltados ao SUS. “As três instituições são referência em saúde pública brasileira e atuam em conjunto para apresentar novas soluções para o país. Ao fortalecer essas iniciativas no Parque Tecnológico da Saúde, atendemos a uma orientação do governador Ratinho Junior, de fazer do Paraná um estado de vanguarda na área de biotecnologia e em tecnologias para saúde humana”, destacou.

O diretor-presidente do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos – Bio-Manguinhos, Mauricio Zuma Medeiros, também participou do evento e destacou a importância da parceria entre as instituições. “O trabalho conjunto entre Tecpar, Fiocruz e IBMP representa ganhos para o SUS, com uma cooperação para fortalecer o parque tecnológico”, afirmou.

Com informações da Ascom – Tecpar

TOP